2021 Ano novo, vida nova… sem pandemia


Happy New Year 2021. Background realistic golden balloons. Decorative design elements. Object render 3d ballon with ribbon. Celebrate party Poster, banner, greeting card. Festive Vector illustration.

Escrevi há um ano atrás que 2020 representava “um portal importante no percurso que temos vindo a fazer desde que se iniciou o milénio, e o 2 substituiu o 1 no início da numeração dos anos”. Isso acontece porque se iniciou uma nova década que repete o 2 do milénio, dando maior força à energia relacional e à sensibilidade, opostas ao individualismo e à energia mental do 1, reanimando o feminino até agora dominado pelo masculino.

 

Uma das manifestações desta energia leva a um papel mais ativo das mulheres na sociedade, sendo bem prova disso a eleição de Kamala Harris como vice-presidente dos E.U.A., a primeira mulher a ter um papel político desta importância. Mas 2020 trouxe a pandemia… Claro que ninguém teve a clarividência de prever este acontecimento, pois todos os oráculos apenas identificam tendências, não apontam factos. Estas energias do duplo 2 podem igualmente ser interpretadas como dualidade relacional que tanto pode aproximar como afastar, e que pode degenerar em manipulação, radicalismo, oposição e conflito.

A escolha é, como sempre, dos seres humanos que habitam este belo planeta. E assim, governos, meios de comunicação, organizações e pessoas em geral fizeram as suas escolhas de como lidar com a pandemia. Economias e estruturas aparentemente sólidas abalaram, hospitais rebentaram pelas costuras, as pessoas foram obrigadas a virar-se para dentro de si próprias e a fecharem-se ao convívio social. O oposto do 2… Mas a comunicação é tão importante e necessária, que novos meios foram reinventados e novas plataformas de ligação foram criadas, regenerando o 2.

Dualidade em 2021

A soma de 2020 é 4, energia ligada ao elemento Terra e, portanto, às estruturas materiais e ao trabalho, que se manifestou de forma plena. Todos meteram mãos à obra para criarem novas seguranças materiais para si próprios; os governos arregaçaram as mangas e trabalharam duramente para encontrar estratégias para lidarem com a pandemia; os serviços de saúde multiplicaram as suas forças para tratarem os doentes; hospitais foram construídos em tempo recorde; novas prestações de serviços surgiram e floresceram, etc. Tudo isto com o objetivo de criar ordem no caos.

Agora rumamos para 2021, que soma 5. Esta é uma energia de Fogo, que traz mudanças e transformações, mas também progresso, pois é criativa e exploradora de novas oportunidades. Em 2021 vão manter-se as energias da dualidade relacional, devido à permanência dos 2, esperando, contudo, que possamos retomar a proximidade física e não ocultemos os sorrisos com máscaras. Irão manter-se pelo mundo muitas oposições, guerras partidárias e radicalismos, mas os movimentos de aproximação, colaboração e alianças irão continuar a acontecer, equilibrando a balança relacional. E a escolha entre dividir ou unir estará sempre disponível, apelando à tomada de consciência relativamente às manipulações de que somos constantemente alvo.

Manter a esperança

Se pensarmos nas energias dos meses no próximo ano, o cálculo é muito simples: tomemos o número correspondente ao mês de calendário e adicionemo-lo com a energia da soma do ano, pelo que teremos janeiro regido por 1+5=6, fevereiro por 2+5=7, março por 3+5=8 e abril por 4+5=9. Como sabemos, em Numerologia vemos a roda dos acontecimentos fluindo sempre em ciclos de 9 e o facto de encontrarmos abril regido por essa energia, leva-nos a dizer que existe nesse mês um ciclo que se fecha e, por isso, tudo indica que a pandemia começará nessa altura a firmar a curva descendente.

Assim, maio trará novas dinâmicas esperançosas, abrindo caminho para uma libertação das restrições, se bem que os meses anteriores, sobretudo janeiro e fevereiro, ainda não sejam muito iluminados pela claridade de novos dias sem receios nem limitações impostas à liberdade de movimentos.

Tudo indica que o alívio surgirá a partir de maio e que o ano prosseguirá, sendo importante que o vivamos com a consciência de que, em cada momento, estaremos disponíveis para dar o melhor de nós. Votos de um feliz ano novo!

 

Clara de Almeida
Numeróloga
claradealmeida@netcabo.pt | Facebook

Mais artigos sobre Numerologia no nosso site.

Anterior Por este mundo fora… - Família Veleiro
Seguinte 6 dicas - Gerir as emoções