5 passos – transformar o sofrimento em felicidade com reiki


Todos passamos por momentos que nos trazem dor, sofrimento, desgaste. São momentos que nos pesam no presente e na memória. Seria tão bom se conseguíssemos pegar numa esponja e apagá-los. Para passar do sofrimento à felicidade, temos que ser capazes de nos desapegar e permitir que algo de bom entre para a nossa vida, é aqui que entra a nossa consciência e o reiki, nos princípios e na prática de autotratamento.

Podemos dizer que para fazer a passagem do sofrimento à felicidade temos 5 passos:

  • Consciência;
  • Centramento;
  • Desapego;
  • Mudança dos padrões de pensamento;
  • Cuidado e autocuidado.

Estes 5 passos não são fáceis e poderão requerer o apoio de profissionais, da família e amigos. Nunca se isole como se fosses uma ilha, pois você é parte de um todo, de alguma forma, nunca está só.

 

1º Passo – Consciência

Sem dúvida que sentimos o sofrimento, que pensamos muito nele mas, como o observamos com a nossa consciência?

Experimente, na sua situação, colocar estas questões a si mesmo:

  • Compreendo o momento que estou a passar?
  • Culpabilizo outros?
  • Responsabilizo-me por este momento?
  • Tenho força interior ou sinto-me exausto?
  • Parei forçado ou por vontade própria?
  • Consigo estar com pessoas ou preciso muito de estar com pessoas?

Colocar estas questões a si mesmo é trazer consciência e quando isso acontece, está a dar o primeiro passo para a mudança. Quando se torna consciente, cria também espaço e tempo.

2º Passo – Centramento

Num momento de sofrimento, acima de tudo, é preciso não nos esquecermos de nós mesmos. Centrar, procurar ajuda, compreender o momento e aceitar a mudança que é necessária. Tudo pode ser feito com serenidade e muito reiki. Para exercitar o centramento pode praticar o enraizamento, imaginando que é como uma árvore e que está profundamente ligado à Terra, ao centro da Terra. Pode também praticar meditação, esvaziando a mente. Para isso, imagine que está dentro da sua cabeça e que ela é como uma sala. Observa-a e depois esvazia-a totalmente. Pinte as paredes, o tecto e o chão de branco. Mantenha-se nesse vazio, observe como é bom e se quiser entregue-se à respiração.

O centramento permite criar espaço mental e emocional para conseguirmos ter uma outra aproximação às situações.

3º Passo – Desapego

«Não há soluções, há caminhos». Com consciência devemos trabalhar a aceitação, compreendendo que tudo muda, tudo está em constante mudança e que essa mudança é benéfica se nos lembrarmos das palavras de Mikao Usui: «Reiki é a arte secreta de convidar a felicidade». Esta frase diz-nos que a prática ajuda-nos a desenvolver a arte, mas que esta é interior, ou seja, que muito do nosso trabalho é feito interiormente.

Quando se desapega do sofrimento, está consciente da sua importância na vida e sabe que ele teve o seu lugar na sua transformação. Sabe que ele, no momento presente, não o pode influenciar mais e que o pode esvaziar, deixando que outras coisas, bem melhores, ocupem o seu espaço.

Ligue-se à energia, inspire coisas boas para si e ao expirar, pela boca, deixe sair tudo o que não quer. Faça este exercício várias vezes e com força. Conseguiu esvaziar-se? Se não, porque reteve em si esse peso?

Reconhecimento e aceitação da mudança ajuda-nos a transformar o sofrimento em felicidade e podemos fazê-lo com a nossa prática de reiki.

a felicidade
Gassho no Reiki

4º Passo – Mudança dos padrões de pensamento

Os gokai (designação japonesa para os 5 princípios ensinados por Mikao Usui) podem sempre ajudar-nos nestas situações. Pare, centre-se e com as mãos em Gassho, recite:

  • Só por hoje – aqui e agora, no momento presente, paro e centro-me.
  • Sou calmo – concentro-me na minha respiração, deixo fluir o reiki para dentro de mim.
  • Confio – confio em mim, nas minhas capacidades e no Universo, pois estou num caminho onde procuro a felicidade.
  • Sou grato – sou grato por esta situação que me leva a compreender o que tenho a mudar, sou grato porque sei que sou capaz de mudar.
  • Trabalho honestamente – sou verdadeiro comigo e aceito-me, encaro esta situação de frente e em verdade.
  • Sou bondoso – abraço-me e sei que posso contar comigo, eu acredito em mim e gosto de mim, sei que a minha força irá ajudar-me a prevalecer.

5º Passo – Cuidado e autocuidado

Se sentir necessidade, procure profissionais de saúde e terapeutas de reiki, nem que seja para ter uma outra perspectiva da sua situação, de como está e onde se encontra nela. Sinta o que deve fazer.

Lembre-se da sua aprendizagem de reiki, é preciso fazer o autotratamento. Reiki é amor incondicional, ele traz transformação e equilíbrio, mas requer prática, não acontece milagrosamente. Se está num momento de sofrimento, pode ter o chakra da coroa tapado, outros chakras desequilibrados e sendo eles os nossos receptores e emissores de energia, poderá sentir dificuldade em fluir reiki ou ter vontade de praticar. O truque é – Não desistir! Inicie o seu autotratamento mesmo no sofá, a ver televisão. Coloque as mãos sobre o chakra cardíaco e o plexo solar e deixe-se estar assim. Veja televisão, não pense no reiki. Experimente sentir o que está a acontecer com as suas mãos, passados 15min.

Depois, noutro dia, volte a repetir este exercício e experimente fazer as seguintes posições que irão ajudá-lo a equilibrar os chakras:

Posições de reiki

  • Tratamento da cabeça;
  • Mão no coração e no chakra raiz;
  • Mão no coração e no esplénico;
  • Mão no coração e no plexo solar;
  • Mão no coração e na laringe;
  • Mão no coração e na terceira visão;
  • Mão no coração e na coroa;

Terminar com as mãos no cardíaco.

Quando se sentir com mais vontade, então, sim, pratique o autotratamento completo e depois realize técnicas de desintoxicação, como o heso chiryo, a técnica de desintoxicação pelo umbigo e o seiheki chiryo, para desintoxicação das emoções e do sistema geral do seu corpo.

Aceite os momentos da sua vida, a impermanência, aceite que também você pode contribuir para a sua mudança e que neste preciso momento inspira pela sua vontade e traz coisas boas para si, que expira e desapega-se do que lhe pesa. Sê bondoso consigo, pratique reiki e ajude também outros a ultrapassar o seu sofrimento, com a sua experiência de vida.

___

(*) Presidente e fundador da Associação Portuguesa de Reiki

www.associacaoportuguesadereiki.com

Mais artigos sobre Reiki do mesmo autor no nosso site.

 

Anterior Onde nos leva a Meditação?
Seguinte Como o Yoga transformou a minha alimentação… - Corpo purificado