Ansiedade? a solução pode estar na alimentação


Summer healthy raw vegan clean eating breakfast in bed concept. Young girl wearing pastel colored home clothes taking fruit from tray full of fresh seasonal fruit. Top view, copy space

Pode parecer que comida e ansiedade não estão relacionadas, mas, segundo Tâmara Castelo, autora do livro Curar sem Medicamentos (editora A Esfera dos Livros), na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), o incrível é que tudo está relacionado.

A ansiedade é uma doença que deve ser acompanhada por um especialista. É uma doença extremamente desafiadora e esgotante, que pode criar exaustão e muita dificuldade de gestão ao paciente.

Sabia que na MTC, a falta de sangue é a causa mais frequente do desenvolvimento da ansiedade? Isto aplica-se especialmente a pessoas que sofrem de stress e pressão na sua vida familiar ou no trabalho. O desgaste de pensamentos repetitivos, o excesso de trabalho e a falta de descanso afetam o sangue. O sangue representa o combustível do cérebro e corpo; se o utilizarmos em demasia, começa a desgastar-se.

 

Alimentos que ajudam a controlar a ansiedade:

  •  Peixe. É rico em ómega-3, que regula a quantidade de açúcar no sangue. É também uma fonte de magnésio que ajuda no relaxamento, reduzindo o stress e a ansiedade.
  • Amêndoas. Possuem um alto conteúdo de magnésio, que promove o relaxamento, além de outras proteínas e vitaminas que ajudam no bom funcionamento do organismo (1 c. sopa por dia, de preferência torradas).
  • Cenoura. Controla a pressão arterial.
  • Toranja. Ajuda na produção de serotonina (uma por dia).
  • Mirtilos. Melhoram a resposta do corpo ao stress (2 c. sopa por dia).
  • Abóbora. Melhora a irritabilidade e depressão. Tem altos valores de zinco que ajudam no processamento de triptofanos em serotonina (100 g por dia).
  • Alcaçuz. Controla a libertação do cortisol. Em chá, uma chávena por dia.
  • Algas. Possuem altos níveis de magnésio e triptofano, o que causa uma sensação de relaxamento e bom humor (50 g por dia hisiki ou wakame).
  • Chocolate. O chocolate amargo (sem açúcar) controla a ansiedade e é responsável por reduzir o cortisol (15 g por dia).
  • Aveia. Promove a produção de hormonas que ajudam no relaxamento. Consumir, por exemplo, ao pequeno-almoço.

Alimentos que agravam a ansiedade:

  • Açúcares – pão, massa, doces, açúcar, bolos.
  • Cafeína – café, chá preto, chá branco, chá vermelho, chá verde, refrigerantes, erva-mate, guaraná, bebidas energizantes. A cafeína despoleta uma aceleração do ritmo cardíaco que aumenta a ansiedade.
  • Álcool – o álcool destabiliza o humor, alternando estados de euforia com tristeza, que agravam os níveis de ansiedade e podem contribuir para o aumento dos ataques de pânico.

Ansiedade

Castelo, Tâmara (2017) Curar sem medicamentos. Lisboa: A Esfera dos Livros

Tâmara Castelo | Instagram

Artigo originalmente publicado na revista Reiki & Yoga Trimestral, nº29.
Anterior 20 de julho | Dia do Amigo: Como se liga o reiki com a amizade?
Seguinte SPA CEYLON | 4 produtos Essenciais para o verão

Nenhum Comentário

Deixar um Comentário