As 12 leis do Karma no caminho para a Felicidade


Em Karma e o Caminho para a Felicidade (editora Marcador), Cristina Candeias diz que todas as pessoas com quem nos cruzamos hoje já fizeram parte da nossa vida numa outra existência. As que nos são mais próximas – pais, filhos, marido e outros – são, geralmente, aquelas com quem temos mais karma a resgatar.

 “Tudo o que nos chega, chega sempre por alguma razão.” Fernando Pessoa

É possível reduzir o nosso karma nesta reencarnação? Sim, essa é a nossa missão na Terra. Contudo, essa libertação não acontece antes dos 40 anos. É neste período, entre os 40 e os 42 anos, que tem início um ciclo de busca espiritual, durante o qual reavaliamos tudo. Começamos a desenvolver uma nova sabedoria, uma nova consciência de quem somos e dos comportamentos prejudiciais para nós e para quem nos rodeia.  A partir do momento em que decidimos mudar e evoluir, estamos preparados para reduzir o nosso karma. Pois é precisamente isso que implica mudar os padrões repetitivos de comportamento e, acima de tudo, adotar uma atitude pacífica, de não violência, perante a vida.

 

O primeiro passo é o do perdão: perdoar e sermos perdoados. Perdoar não significa voltar a relacionar-se com essa pessoa ou conviver com ela, mas sim “tirar” a dor do seu peito – ela não lhe pertence.

 

As 12 leis do karma

 

  1. Colhemos o que plantamos: é a lei da causa e do efeito – tudo o que fazemos tem um retorno na nossa vida; tudo volta, sem data prevista, mas volta.
  2. Criação: a vida não acontece por si só – o ciclo da vida faz-se de ação, reação e criação. Estamos ligados ao Universo dentro e fora de nós mesmos.
  3. Humildade: qualquer um que abandone a arrogância e o ódio torna-se humilde.
  4. Crescimento: caminhamos para o lugar exato onde devemos estar. Esta é a lei de crescimento do Homem: vidas passadas conduzem-nos às circunstâncias atuais.
  5. Responsabilidade: espelhamos o que nos rodeia, e o que nos rodeia espelha-se em nós. Há uma oportunidade de escolha em cada ação; esta lei kármica significa assumir a “responsabilidade pelos seus atos”.
  6. Ligação: é importante entender que tudo no Universo, cada etapa, conduz à etapa seguinte e assim por diante. O passado constrói o presente e o presente constrói o futuro.
  7. Foco: não podemos pensar em duas coisas ao mesmo tempo – esta lei significa que um único pensamento pode criar ou modificar algo na atual existência.
  8. O ato de doação: se acreditamos que algo é verdade, seremos chamados a demonstrar essa verdade. Devemos pôr em prática o que dizemos e aprendemos. Nenhuma aprendizagem é em vão, nada é inútil.
  9. Aqui e agora: remoer o passado ou viver à espera de algo no futuro é estagnar. Quem abandona o aqui e agora destrói o seu passado e arrisca-se a não construir um futuro planeado.
  10. Mudança: se a História se repete, é para aprendermos as lições de que precisamos para mudarmos o nosso trajeto.
  11. Paciência e recompensa: o ser humano deve ser paciente, pois a paciência propicia a aprendizagem evolutiva. Isso leva ao autoconhecimento, ao conhecimento do próximo.
  12. A energia: o valor de algo é o resultado da energia e da intenção que nisso se depositou. Cada contribuição pessoal é uma contribuição para o todo.

 

 

Harmonização do sofrimento

A evolução espiritual permite resgatar a consciência e devolver-lhe a sua verdadeira natureza divina. A espiritualidade traz a sabedoria universal, que envolve diferentes tradições. A evolução espiritual pode tornar-se mais plena com a ajuda de uma importante ferramenta chamada Mesa Radiónica, que permite criar condições para melhorar a vida no seu todo e que atua em diversos níveis.

 

Este instrumento desprograma antigas memórias de dor, sofrimento, fracassos financeiros, relacionamentos amorosos, insucesso profissional, e desbloqueia diferentes aspetos kármicos.

 

A Mesa Radiónica permite agilizar os processos de transformação por meio dos ambientes, auxiliando-nos a alcançar, com maior fluidez, o nosso desenvolvimento espiritual e, deste modo, a nossa missão de vida na Terra. Mas, afinal, do que se trata? É uma “mesa” na qual estão desenhados símbolos e formas geométricas; estas últimas estão agrupadas numa proporção especial que segue padrões de geometria sagrada. Esta geometria sagrada é importante, pois permite a conexão perfeita com Deus – e outras entidades, como os mestres ascensos – e o desenvolvimento de uma espiritualidade elevada. As instruções verbais dadas por um profissional da Mesa Radiónica permitem que fiquemos sintonizados com aquela frequência vibratória do ambiente a ser trabalhado.

A Mesa Radiónica Alma e a Mesa Radiónica Luz Dourada (ambas concebidas por mim) contribuem para esse desenvolvimento espiritual contínuo.

 

 

Mesa Radiónica Alma

Já nascemos com os bloqueios que temos; parte deles vêm de outras vidas. Os planetas, os aspetos e as posições mostram isso e como utilizamos a nossa energia no passado. Com a Mesa Radiónica, conseguimos obter informação de forma a entender quais são as energias que devem ser tratadas nas mais diversas áreas da vida: amor, relacionamentos, amizade, bloqueios, trabalho, finanças, sucesso, relações sociais, saúde, espiritualidade. É um meio de evolução espitirual, logo, de libertação! Podemos inclusive desbloquear situações kármicas para as quais não temos resolução prática. Ou seja, para tudo aquilo que não flui na nossa vida existe uma razão energética, seja desta ou de outra vida.

 

Em suma, a Mesa Radiónica é um instrumento que nos permite transformar obstáculos em sucessos, é a via da transformação e da iluminação que permite libertar o karma desta vida e de vidas passadas.

 

Mesa Radiónica Luz Dourada

 Já vimos que todos nascemos com bloqueios e medos, por vezes oriundos do nosso karma, outras vezes das nossas crenças. O medo do futuro e da nossa sustentabilidade financeira é comum a todos e é também o maior fantasma que alimentamos. Vivemos aprisionados e limitados. Na Física Quântica, tudo é fácil. O Universo é informação e vibração. Esta mesa permite a libertação dos bloqueios e medos, abre as portas da ascensão para a prosperidade. Com ela, podemos libertar o karma do passado, em relação à posse, à prosperidade desta vida, ou de outras, e fazer a vida fluir com mais facilidade.

 

Podemos dizer que com a Mesa Radiónica Luz Dourada reprogramamos determinados aspetos mais frágeis nos quais temos mais dificuldade em obter sucesso. Nela vamos, por assim dizer, calibrar as energias de modo que essa área de vida possa fluir.

Karma e o Caminho para a Felicidade

Candeias, Cristina (2021) Karma e o Caminho para a Felicidade. Marcador

Cristina Candeiras site.

Anterior Meningite e o impacto nos adolescentes
Seguinte Combater a flacidez e a retenção de líquidos - Mezinhas e automassagem