Todas as pessoas gostam de rir, mas nem todas riem tanto quanto gostariam. A vida contemporânea gera cada vez mais fatores de stress, ansiedade, cansaço e saturação, que nem sempre se coadunam com a disposição para rirmos com vontade e despreocupação.   Segundo estudos recentes, apesar do desenvolvimento das sociedades modernas ter aumentado consideravelmente os …

0 154

Quem não se lembra da celebérrima cena em que a rainha de um conto de fadas, madrasta de Branca de Neve, em frente do seu espelho mágico, que só diz a verdade, pergunta: “Espelho meu, espelho meu. Há alguém mais bela do que eu?” Invariavelmente, a resposta do espelho era que não existia pessoa mais …

0 150

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, em média, cada pessoa verifica as mensagens de telemóvel 221 vezes durante o dia, ou seja, praticamente uma vez em cada 4-3 minutos. O telemóvel acompanha o respetivo utilizador em praticamente todas as situações da vida quotidiana e o seu uso frequente implica a interrupção …

0 154

Vários estudos de um ramo académico interdisciplinar que articula a psicologia com a economia têm demonstrado a consistência de um conjunto estrito de fatores sociais que determinam as circunstâncias em que cada pessoa desenvolve as condições subjetivas que lhe permitem alcançar a felicidade. Analisando dados estatísticos dos últimos 60 anos, a psicologia económica chega à …

0 150

O objetivo primordial do movimento genericamente chamado de psicologia positiva é o estudo e a promoção da felicidade e do bem-estar, centrados em sentimentos positivos, em princípios e em atividades que tornem a vida estimulante e digna de ser vivida. No final dos anos 90, do séc. XX, a psicologia positiva surge em contraponto com …

0 150

Há momentos na nossa vida, episódios até aparentemente banais, cujo impacto é de uma intensidade tal que muda o rumo da nossa existência. Podem ser eventos dramáticos inesperados, como por exemplo, um acidente ou uma doença, mas também uma simples frase ouvida, um olhar trocado, um gesto sentido. Há momentos que mudam a nossa vida …

0 150

Um dia, em conversa com uma amiga, falávamos das voltas que a vida dá, dos desejos não realizados e das concretizações inesperadas. A propósito de mudanças e de estabilidade, ela disse: «Não quero mudar absolutamente nada na minha vida. Estou bem assim. Considero-me uma pessoa feliz». Esta afirmação teve em mim um impacto tão duvidoso …

0 150

As relações que vivemos ao longo da vida vão marcando e moldando a nossa visão do mundo, vão alterando o nosso modo de pensar e de sentir. Não paramos de sofrer transformações, pois nada em nós é imutável. Cada pessoa com que nos cruzamos ao longo do nosso percurso de vida representa sempre uma oportunidade …

0 150

Incerteza, instabilidade, mudança. Na vida em geral, nas relações em particular. Há quem diga que é resultado da dificuldade de compromisso, de aceitação, de incompatibilidades não trabalhadas, de insatisfação. Mas, e se essa insatisfação existir para nos obrigar a procurar melhor? Será que nos devemos mesmo dar por satisfeitos ou será que faz parte da …

0 150

Um dos maiores desafios nas relações é aceitar o outro tal como ele é. Aceitar não no sentido de se sujeitar aos seus comportamentos, mas sim, de respeitar as suas escolhas e de nos focarmos em nós, ou seja, no impacto que a sua atitude tem em nós. Dizemos amar o outro mas, na verdade, …

0 150