Faço a ‘minha’ caminhada pelo ‘meu bairro’, com um amigo ‘meu’, o José Tolentino Mendonça, que esteve de visita à ‘minha cidade’. Comento: «Adoro caminhar por aqui, pela minha rua». E num sopro corrijo: «Minha não, a rua onde vivo, quero eu dizer». Ele contesta: «Tua sim, pelo menos hoje é tua». Respondo: «Sim, aceito, …

0 150

A estória passa à frente do meu nariz num relâmpago, em modo ‘feed de notícias’. Quase decidi não ler. Mas, ‘por que raio’ haveria eu de dar atenção a um texto cujo título era ‘the black toast’ (a torrada queimada), ainda por cima numa daquelas manhãs cujo alento estava mais denso que o nevoeiro da …

0 151

Leio um texto muito interessante, de Marcel Camargo, no qual me inspiro, não só para escrever a crónica para este mês, mas também para lhe roubar o título. Aliás, o título foi o que mais me chamou a atenção. Aproveitando algumas ideias desse mesmo texto, que falava essencialmente do ‘cuidado redobrado’ em lidar com as …

0 150

Tenho uma amiga que diz que o segredo para se manter jovem é nunca olhar para trás. «O passado envelhece-nos», repica constantemente. Não sei se isso é bem assim, mas o que eu acho é que o tempo não volta para trás, venha quem vier. Podemos fazê-lo na nossa cabeça, mas fisicamente nada se repete …

0 150

Na sequência do meu último texto, continuarei a falar de sonhos, mas desta vez associados a duas das maiores ‘doenças’ da Humanidade: a procrastinação e o arrependimento. Se queremos tornar um sonho realidade, a primeira etapa é traçar uma meta. Mas, isso ainda é pouco. Ora, traçar metas é muito fácil, difícil é cumpri-las. Até …

0 150

Há uns anos a revistaÚnica do Expresso fez capa com John Lennon numa bela foto, não sei se montada, onde o músico aparece com a cara coberta de vários pares de óculos, em cadeia, aludindo (iludindo?) ao tema Imaginar, não fosse Lennon um dos sonhadores mortos ‘mais vivos’ da actualidade, talvez o mais carismático artista …

0 150

Um dos maiores e mais penosos exercícios do ser humano é pensar. Dizem que a melhor forma de eliminar um mau pensamento é simplesmente não pensar, ou dizer não amiúde até que esse pensamento nos largue a porta, o que é algo que, como todos já sabemos, só poucos até agora conseguiram fazer. Será que …

0 150

Quantas e quantas vezes nos debatemos com o terrível desafio de saber se fizemos a coisa certa, se decidimos bem sobre algo que (não) fizemos ou (não) queremos fazer, se o resultado final da nossa acção coincide com o nosso primeiríssimo pensamento em fase embrionária que julgávamos ser o mais ‘certo’? O que é isso …

0 150

O mundo em que vivemos tem-se tornado numa amálgama de dúvida e perigo. Nada de novo até aqui. E por mais optimistas que sejamos ou finjamos, os factos trágicos sucedem-se uns atrás dos outros, ininterruptamente: guerras entre países, aviões que caem, já para não falar nos factos mais comuns do nosso dia-a-dia, como as guerras …

0 150

Nada como uma acesa conversa para nos fazer repensar em temas que, às vezes, achamos para lá de teóricos, comportamentos esquivos, nossos ou dos outros, que decidimos (ou não) enfrentar, independentemente das suas consequências. É certo que há temas que exigem mais hipocrisia que outros, pensamentos que furam os olhos a qualquer um, inclusivamente os …

0 150