Feng Shui: Plantas que oferecem bem-estar


Vanda Boavida, um dos nomes mais conhecidos em Portugal quando se fala em Feng Shui, partilha em Casa Com Alma (editora Planeta) dicas úteis e práticas para aplicar a filosofia do Feng Shui em todas as divisões da casa. Veja como alcançar mais saúde e bem-estar!

 

A nossa alimentação é crucial para a nossa saúde, assim como as plantas saudáveis ou os animais que temos em casa e que potenciam o nosso bem-estar. As plantas intensificam a energia vital dos espaços. Flores e árvores saudáveis são testemunho de harmonia no ambiente e, por consequência, na vida das pessoas que partilham esses espaços. A utilização de flores e plantas nos espaços transmuta a energia parada numa energia mais viva e consequentemente na vida das pessoas que partilham esse espaço.

O Feng Shui promove a existência de um equilíbrio entre os elementos yin e yang, por isso deve ter-se em consideração quais as plantas que promovem uma energia mais yang ou mais yin, combinando as duas polaridades para proporcionar harmonia.

 

As plantas/árvores com forte componente yang são o bambu, a cerejeira, a camélia, a orquídea e o salgueiro e, com componente yin, o pessegueiro, a amendoeira, o jasmim e a rosa.

 

Tem de existir equilíbrio!

Cada indivíduo deverá escolher as flores com as cores que aprecia, garantindo o efeito positivo do chi. Uma varanda cheia de plantas vermelhas estimula muito a energia fogo, logo, proporciona um excesso deste elemento e a consequente agitação dos seus habitantes, por isso é necessário ter atenção aos excessos na escolha da cor – assim sendo, havendo excesso de vermelho deve-se amortecer esta energia fogo com o branco (metal) e o verde (madeira).

Plantas com a energia água podem ser representadas pelo bambu e pelo salgueiro-chorão. A oliveira, assim como as plantas trepadeiras (por exemplo, as videiras), pode representar a energia árvore. As roseiras e os catos representam a energia fogo, pois os picos simbolizam esse perfil energético, e a acácia poderá representar a energia terra. A energia metal pode ser representada pela espada-de-são-jorge e pelo aloé vera.

 

Ar purificado

Existe um conjunto de plantas purificadoras que é utilizado pelo Feng Shui com o intuito de purificar o ar.

  • O lírio-da-paz é uma das plantas mais estudadas, inclusive pela Nasa, uma vez que, para além de purificar o ar, possui a particularidade de reduzir as ondas eletromagnéticas existentes em determinados espaços. Existem vários estudos da Nasa que comprovam este facto, demonstrando que em ambientes com muitos aparelhos (como telemóveis, computadores, etc.) se devem colocar lírios-da-paz para se obter um ambiente mais saudável.
  • As plantas aromáticas, como a salsa, o manjericão, o tomilho e os coentros, são um excelente exemplo de plantas que poderá ter em casa, em especial na bancada da cozinha ou numa varanda, pois, para além de estimularem a cor verde, potenciam a utilização de condimentos saudáveis na nossa alimentação, promovendo uma alimentação saudável e consequentemente um maior equilíbrio do nosso corpo.
  • O eucalipto e a alfazema são muito versáteis no Feng Shui, uma vez que possuem uma dupla funcionalidade, pois, para além de purificadores de ar, estimulam um aroma agradável nos espaços.

 

Em resumo, cada espaço deverá ter em consideração um equilíbrio de cada elemento, de acordo com o Feng Shui (fogo, terra, metal, água e árvore) e as polaridades yin e yang.

 

O significado de cada cor

 De acordo com os cinco elementos do Feng Shui (fogo, terra, metal, água e árvore), cada cor das flores/plantas pode representar cada um dos elementos:

  • Amarelo (estimula a energia terra) – margaridas. Cor da concentração e da comunicação, o amarelo é muito associado à tolerância e à sabedoria. Acelera a energia, por isso é uma boa escolha para estimular a alegria e a espontaneidade. Transmite uma sensação de vivacidade e representa o elemento terra e a sua estabilidade.
  • Azul (estimula a energia água) – jacinto. O azul transmite tranquilidade, harmonia e paz. O azul-escuro simboliza as profundezas das águas do mar, a sabedoria, o poder da intuição e do inconsciente. O azul-claro simboliza a espiritualidade angelical. O azul-esverdeado é muito positivo, associado à natureza e ao elemento árvore, que representa juventude e desenvolvimento.
  • Verde (estimula a energia árvore) – crisântemo. O verde representa o elemento árvore e propicia o alavancar de projetos, a realização de sonhos, a conquista de objetivos e o início de novas etapas.
  • Castanho (estimula a energia árvore) – alcachofra. O castanho significa maturidade, consciência e responsabilidade. Está ainda associado ao conforto, estabilidade, resistência e simplicidade.
  • Vermelho (estimula a energia fogo) – rosa, azevinho. O vermelho simboliza força, vigor, energia, ação, calor e traz vitalidade e eleva a autoestima das pessoas. O vermelho é a cor do sucesso e da fama.
  • Rosa (estimula a energia fogo) – rosas. O rosa é a cor do amor, da felicidade, do romance, e representa intenções puras. O rosa é a mistura do vermelho com branco, representando a união da terra e do céu, do material e do espiritual. É considerado uma variação do vermelho, contendo uma forma suave de energia yang (masculina) expressando alegria e jovialidade.
  • Cinzento (estimula a energia metal) – absinto. O cinzento simboliza o equilíbrio dos opostos: preto e branco misturam-se para criar essa cor, que pode ser um símbolo de equilíbrio e solução de conflitos. Por um lado, pode parecer simples, triste, sóbrio ou neutro demais, no entanto pode ser uma cor moderna, harmoniosa, chique e marcante.
  • Preto (estimula a energia água) – tulipa negra. O preto é a cor do elemento água e representa sabedoria, profundidade intelectual, despertar de insights e forte conexão espiritual. O preto pode ser muito elegante e sofisticado, no entanto, se usado em excesso, pode ser uma cor que torna as pessoas sombrias, deprimidas e pessimistas.
  • Branco (estimula a energia metal) – tulipa branca. O branco representa o elemento metal e propicia criatividade. A cor da paz, da pureza, da espiritualidade e da limpeza. Um ambiente branco proporciona frescura e calma e dá ideia de maior espaço, proporcionando a sensação de liberdade.

Casa com Alma Feng Shui

Boavida, Vanda (2020) Casa Com Alma. Planeta

A versão original deste artigo foi publicada na revista Vida & Saúde Natural, nº31.

Mais artigos sobre Feng Shui no nosso site.

Anterior 3 associações celebram “Aliança Coaching Profissional”
Seguinte 6 estratégias para lidar com a incerteza