Reiki na gravidez e no pós-parto


Beautiful pregnant woman relaxing outside in the park

Como podemos usar o Reiki na gravidez e após o nascimento do bebé?

Tive o privilégio de ter a experiência do Reiki durante a gravidez. Já tinha aprendido todos os níveis há alguns anos e, durante os nove meses, o auto- Reiki diário fez toda a diferença no cansaço, nos enjoos e na falta de energia, mas também a nível emocional.

Durante o processo de gestação, a mulher despende muita energia para o bebé e para todas as suas atividades. Todos os tipos de preocupações e ansiedades constantes invadem uma grávida e acabam por ser normais no dia-a-dia. Estas emoções passam para o bebé, quer queiramos quer não, sendo muito difíceis de controlar. O Reiki ajuda muito nesta fase. Não só passamos a ter mais energia, como andamos mais calmas. E o bebé adora!

No início da terapia, ele fica cheio de energia e mexe-se, como que à procura de uma posição confortável para, passado um pouco, adormecer e deixar a mãe usufruir do momento.

Experimente colocar as mãos e dar Reiki num dos lados da barriga para sentir o bebé a mexer-se nessa direção. É uma experiência única e incrível.

As mulheres grávidas podem receber esta terapia sempre que quiserem e podem, inclusive, aprender Reiki a qualquer altura. Irá beneficiar a mamã e o bebé. Se receberem de um terapeuta, podem fazê-lo deitadas ou sentadas. A posição tem de ser muito confortável para poderem relaxar e tratar todo o corpo. Os rins são uma zona muito importante, que precisa de receber muita atenção. É onde se encontra toda a nossa energia vital. As emoções de medo, ansiedade e afins retiram-nos a energia. Os rins são o ponto para energizar o corpo inteiro. Assim sendo, mamãs Reikianas, mesmo que façam diariamente o vosso auto-Reiki, reforcem a zona dos rins ao longo do dia.

Reiki na gravidez

Para bebés mais tranquilos

Com a ajuda dos símbolos do Reiki, a partir do nível 2 no método tradicional tibetano, podemos também programar o nascimento ou parto, para que a energia seja harmoniosa e amorosa. Funciona como uma proteção para o momento. Se forem iniciadas podem fazê-lo. Se não forem, podem pedir ao vosso terapeuta ou formador para o fazer, inclusive para receberem Reiki à distância nesse dia.

No pós-parto é uma ajuda imprescindível para a recuperação física e, acima de tudo, emocional. Nos primeiros meses em que precisamos de aprender uma nova rotina de vida, é importante otimizar o pouco tempo que se pode ter. O auto-Reiki diário vai atenuar desconfortos, bem como tranquilizar e adormecer o bebé, que vai sentir a energia de calma a envolvê-lo. As crianças, principalmente no início de vida, são muito afetadas pelas emoções da mãe. Uma mãe tranquila ou que aprende a tranquilizar-se consegue ter um bebé tranquilo.

Exercício para a ansiedade

Seiheki Chiryo – Tratamento de maus hábitos

A palavra Seiheki significa “hábito” e a técnica com este nome é usada para tratar “maus hábitos”. Determinados pensamentos e medos são viciosos, e uma grávida que se encontra mais sensível ouve todas as histórias e cenários possíveis. Assim, esta técnica pode ajudar a tranquilizar o coração.

  • Sentada confortavelmente, coloque a mão direita na testa e a mão esquerda na nuca. Dê Reiki alguns minutos nesta posição, repetindo mentalmente afirmações positivas ditas no presente. Comece por fazer cinco minutos por dia e vá aumentando até ser confortável.

 

Sónia Brito

Professora de Reiki

Astróloga

Terapeuta de Leitura de Aura

https://www.soniabrito.com/

A versão original deste artigo foi publicada na revista Reiki & Yoga Prático, nº46.

Mais artigos sobre gravidez no nosso site.

Anterior Shiatsu: uma perspetiva holística sobre a saúde da mulher
Seguinte 4 dicas para reduzir o risco de olho seco